Assembleia Unificada das Polícias vai discutir a reforma da Previdência

As entidades representativas dos Policiais Civis, Policiais Federais e Policiais Rodoviários Federais, realizarão no dia 7 de maio, às 9 horas, na Casa do Gaúcho, uma Assembleia Geral Unificada para discutir a proposta de reforma da Previdência, que está em tramitação no Congresso Nacional.

A atividade faz parte de uma mobilização nacional organizada pela UPB (União dos Policiais do Brasil). Nesse mesmo dia, os policiais de todo o país realizarão atividades nos aeroportos. O calendário de mobilizações prosseguirá com um Dia Nacional de paralisação por todo o país, que acontecerá no dia 13 de maio. E, como ponto culminante da série de mobilizações, as forças policiais de todo o país, se dirigirá a Brasília, no dia 21 de maio, onde realizarão uma grande mobilização para pressionar os parlamentares e o governo contra os ataques contidos na proposta de reforma da Previdência.

O presidente da UGEIRM, Isaac Ortiz, alerta para a importância da participação dos policiais civis gaúchos nas mobilizações conjuntas. “A proposta de reforma da Previdência ataca todos os trabalhadores brasileiros e, particularmente, os policiais, tanto federais quanto estaduais. Por isso, é muito importante essa unidade na mobilização dos policiais. Essa Assembleia Unificada é mais um passo na unidade para barrarmos as propostas que atacam os trabalhadores da segurança pública. O projeto de reforma da Previdência já foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça e, agora, está na Comissão Especial. Esse é o momento para tentarmos suprimir pontos que nos atacam, como a alíquota extra de 8%. Se isso for aprovado, teremos uma redução salarial que vai atingir todos os policiais, inclusive quem ainda vai demorar a se aposentar. Outros pontos, como a desconstitucionalização da previdência e o regime de capitalização, também estarão em discussão. Precisamos mostrar força aos parlamentares, para que nossas reivindicações sejam atendidas. Por isso, vamos pressionar os parlamentares e garantir nossos direitos”.

Calendário de mobilizações com a finalidade de pressionar o Governo e o parlamento:

– Dias 06 e 07 de maio

Assembleia Unificada dos policiais, na Casa do Gaúcho, às 9 horas

Atividade dos policiais nos aeroportos de todo o Brasil.

– Dia 13 de maio

Dia Nacional de paralisação em todo o Brasil.

– Dia 21 de maio

Grande mobilização em Brasília com policiais de todo o país e de todas as forças policiais unidas a UPB.