Entidades da Segurança Pública cobram posicionamento dos deputados gaúchos

siteugeirmNa tarde desta quarta-feira (6), as entidades da Segurança Pública do Rio Grande do Sul entregaram uma carta aberta aos deputados estaduais, na Assembleia Legislativa. O documento pede um posicionamento dos parlamentares contra qualquer ameaça de retirada de direitos das categorias por parte do governador José Ivo Sartori (PMDB). Na carta, UGEIRM Sindicato, Sinpol-RS, Abamf, Abergs, Sindiperícias-RS, AOFSBM, ASSTBM, AMAPERGS e FERPMBM-RS afirmam que “os servidores da Segurança Pública não são os responsáveis pela atual crise financeira do estado”.

 

Leia aqui a CARTA ABERTA DAS ENTIDADES – ASSINADA (1)

 

Receberam o documento os deputados da mesa diretora da Assembleia Legislativa Adilson Troca (PSDB), Ronaldo Santini (PTB), Edegar Pretto (PT) e Liziane Bayer (PSB), bem como os parlamentares Altemir Tortelli (PT), Luiz Fernando Mainardi (PT), Valdeci Oliveira (PT), Aloísio Clessmann (PTB), Álvaro Boessio (PMDB), Gabriel Souza (PMDB), Gilberto Capoani (PMDB), Ibsen Pinheiro (PMDB), Ciro Simoni (PDT), Gilmar Sossella (PDT), Regina Becker Fortunati (PDT), Elton Weber (PSB), Marcel van Hattern (PP), Sergio Turra (PP), Silvana Covatti (PP), Jorge Pozzobom (PSDB), Zilá Breitenbach (PSDB), Juliano Roso (PCdoB), Bombeiro Bianchini (PPL) e Pedro Ruas (PSOL).

ugeirmsite2

 

 

A mobilização da Segurança Pública continua até que não existam mais ameaças de retirada de direitos. Na carta, as entidades reafirmam a absoluta unidade para defender os seus direitos e poder manter um trabalho de qualidade na preservação da vida, liberdade e patrimônio dos cidadãos gaúchos.

 

Por Engenho Comunicação e Arte