Governador anuncia início do “distanciamento controlado” em 6 de maio

Em uma live, transmitida na tarde dessa quinta-feira (30), o governador Eduardo Leite anunciou a mudança na política do estado para o combate da Pandemia do Coronavírus. A partir do próximo dia 6, o Rio Grande do Sul passará para uma política de distanciamento controlado. Isso significa que, a cada semana, o governo do estado avaliará a situação e estipulará a forma de distanciamento que será aplicada em cada região. Para a definição do grau de distanciamento, o governo estabeleceu bandeiras de quatro cores diferentes: amarelo, laranja, vermelho e preto. A divulgação das cores ocorrerá aos sábados, valendo para a semana seguinte, mas a coleta de dados será feita diariamente, para que possa ser alterada em caso de mudança brusca do quadro.

Essas cores serão atribuídas a regiões e setores da economia. A partir delas, haverá uma definição do abrandamento ou do aperto nas restrições, levando em conta o avanço da epidemia, o número de mortes em cada local e a capacidade de atendimento hospitalar, entre outros critérios. A bandeira amarela é a que demandará um menor distanciamento social e a preta seria a que prevê um distanciamento total, o chamado lockdown total. Hoje, nenhuma região do estado estaria com bandeira preta, de restrição máxima das atividades econômicas.

Setores econômicos também serão categorizadas com cores

Além de definir um grau de distanciamento para cada região, o governo também fará uma categorização com bandeiras para os mais diversos setores da economia. Pela proposta do governo, as bandeiras serão definidas de acordo com a importância econômica de cada setor e a segurança oferecida para os seus trabalhadores.

Em seu pronunciamento, o governador já definiu que as aulas das escolas públicas continuam suspensas até o mês de junho. Quanto a rede privada, o governo ainda não tem uma posição definida.

No seu pronunciamento, o governador Eduardo Leite anunciou que será estabelecido um diálogo com os vários setores socias, para coletar sugestões, até o dia 4 de maio, e efetuar possíveis alterações no projeto de distanciamento controlado. A ideia do governo é implementar a nova política de prevenção ao Coronavírus no dia 6 de maio ou, mais tardar, na semana seguinte.

Funcionamento da Polícia Civil ainda não está definida

Na próxima semana, a partir da edição do novo Decreto do governo do estado, a Chefia de Polícia deve publicar uma nova Portaria com as instruções de funcionamento da Polícia Civil e as medidas de proteção aos Policiais. A direção da UGEIRM reafirma a importância da manutenção das medidas de distanciamento social e de proteção para o trabalho policial. Entre essas medidas, é fundamental a manutenção do revezamento e da restrição no atendimento da Polícia Civil. Além disso, a UGEIRM reafirma a necessidade de que seja cumprido todo o protocolo de segurança para os policiais, com o uso de todos os equipamentos de proteção.