IPE-Saúde oferece mamografia gratuita durante o Outubro Rosa

O IPE Saúde está oferecendo isenção na coparticipação do exame preventivo de mamografia em qualquer clínica de imagem credenciada no período de 15 a 31 de outubro. A campanha é destinada a pessoas com idade entre 40 e 75 anos. A ação faz parte do Outubro Rosa, que busca conscientizar as pessoas para a necessidade da prevenção ao Câncer de Mama e da importância da descoberta prévia da doença, visto que a identificação precoce indica chances de 95% de cura.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), a adesão ao exame preventivo é um dos maiores desafios do combate ao Câncer de Mama que, somente no Rio Grande do Sul, deve registrar 5.210 novos casos até o final do ano. Com a pandemia da Covid-19, esta realidade se agravou: comparado ao ano de 2019, a queda na procura do serviço chegou a 36%.

Conforme levantamento realizado pelo IPE Saúde, de 2017 a 2019, houve redução de 2.889 exames de mamografia. No mesmo período, se observou crescimento de 4.595 casos de câncer de mama entre as usuárias do sistema de assistência estadual. Os dados enfatizam a importância da ação.

Para quem se enquadra nos critérios elencados (idade entre 40 e 75 anos), basta procurar os serviços da rede IPE Saúde com a devida requisição feita por um médico credenciado e realizar o exame preventivo de mamografia entre os dias 15 e 31 de outubro – a isenção é garantida automaticamente.

O que é o Outubro Rosa?

O Outubro Rosa é um movimento internacional durante todo o mês de outubro em conscientização da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Além de chamar a atenção das mulheres para a necessidade de frequentar o médico e de fazer a mamografia, essa campanha também estimula que a mulherada se toque e sempre faça o autoexame das mamas.

Quando a campanha surgiu?

O Outubro Rosa começou na década de 90, nos Estados Unidos, com apenas alguns estados americanos fazendo campanhas isoladas sobre o tema.

Depois a campanha foi aprovada pelo Congresso Americano, que estabeleceu o mês de outubro nacionalmente como o mês da prevenção contra o câncer de mama. Foi depois disso, inclusive, que os laços cor de rosa, símbolo do Outubro Rosa, começaram a aparecer.

O símbolo foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, durante a primeira Corrida pela Cura, realizada em 1990, na cidade de Nova York.

Na época, os corredores receberam o laço rosa para usarem durante a corrida e, depois disso, ele passou a ser distribuído em locais públicos, desfiles de moda e em outros eventos.

Outubro Rosa no Brasil

No Brasil, o Outubro Rosa demorou um pouco mais a chegar. O primeiro sinal do envolvimento com a campanha por aqui se deu em outubro de 2002, quando o Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo, foi iluminado com luzes cor de rosa.

Depois disso, o evento seguiu morno ano após ano. Somente em 2008 que a movimentação ganhou força em várias cidades brasileiras que abraçaram o Outubro Rosa, fazendo companhas, promovendo corridas e, assim como no resto do mundo, iluminando os principais monumentos com a cor rosa durante a noite.

Outubro Rosa x câncer de mama

Sobre o câncer de mama, infelizmente, esse é o segundo tipo mais frequente no mundo e, por isso, merece tanta atenção.

No Brasil, por exemplo, o número de mortes por esse tipo de câncer continua em alta, especialmente por causa do grande número de diagnósticos tardios, ou seja, já com o câncer em estado avançado.

No final das contas, embora esse seja um problema recorrente o ano inteiro, o Outubro Rosa é importante porque faz com que as mulheres parem pelo menos uma vez no ano para cuidarem de si mesmas.