Nessa quarta (15), todos nas ruas contra a Reforma da Previdência

forum_goiano

Essa quarta-feira (15) é dia de protestos contra a Reforma da Previdência. Em Porto Alegre, os policiais vão realizar um Ato Público na Praça da Matriz, a partir das 10 horas. Além da Polícia Civil, a atividade contará com a participação da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal. A UGEIRM está convocando todos os policiais de Porto Alegre e Região Metropolitana para participar das atividades dessa quarta-feira. Nas cidades do interior, a UGEIRM está orientando os policiais a se integrarem às mobilizações convocadas pelas entidades de servidores públicos

Pressão sobre os parlamentares é fundamental

Nessa quarta-feira está programada a leitura do Relatório da Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisa o projeto enviado pelo governo Temer. Após a leitura do relatório, o projeto começará os processos de votação. A partir de agora, é o momento de intensificar a pressão sobre os deputados federais nas suas bases eleitorais. O presidente da UGEIRM, Isaac Ortiz, lembra que “2018 é ano de eleição e sabemos que os deputados só vão enfrentar a pressão do governo Temer/PMDB, se souberem que sua reeleição está em risco. Por isso, agora é a hora de pressionarmos diretamente os deputados federais gaúchos, lembrando que o seu voto favorável à Reforma da Previdência significará menos votos nas urnas em 2018. Temos que deixar claro que, quem vota contra os trabalhadores não merece nosso voto”.

A UGEIRM está disponibilizando um modelo de mensagem para ser enviado aos deputados federais gaúchos. Veja abaixo o modelo de mensagem e os e-mails dos deputados gaúchos.

 

Sr. Parlamentar,

Nesse momento, está em tramitação no Congresso Nacional a PEC 287/2016, que altera as regras de aposentadoria dos trabalhadores brasileiros. Essa proposta aumenta o tempo de contribuição e a idade mínima para aposentadoria, além de igualar a idade e o tempo de contribuição de aposentadoria para homens e mulheres. Caso seja aprovada, para um trabalhador ou trabalhadora se aposentar de forma integral, terá que contribuir por 49 anos, com a idade mínima de 65 anos. Entre outros ataques, a PEC também acaba com a pensão integral por morte, com a aposentadoria especial do setor rural e retira da Constituição o artigo que reconhece a atividade de risco dos profissionais da Segurança Pública.

Levando em conta todos esses ataques, apelamos a Vossa Excelência para que rejeite na íntegra a PEC 287/2016. Temos certeza do seu compromisso com os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras brasileiros. Em 2018 ocorrerão eleições para a Câmara dos Deputados e para o Senado Federal, temos certeza que os eleitores saberão reconhecer aqueles que estão ao lado dos trabalhadores nesse momento tão difícil para todos nós.

Sem mais para o momento,

Atenciosamente,

 

Bancada Gaúcha:

dep.afonsohamm@camara.leg.br, dep.afonsomotta@camara.leg.br, dep.alceumoreira@camara.leg, dep.bohngass@camara.leg.br, dep.cajarnardes@camara.leg, dep.carlosgomes@camara.leg.br, dep.covattifilho@camara.leg, dep.danrleidedeushinterholz@camara.leg.br, dep.darcisioperondi@camara.leg.br, dep.giovanicherini@camara.leg.br, dep.heitorschuch@camara.leg.br, dep.henriquefontana@camara.leg.br, dep.jeronimogoergen@camara.leg.br, dep.joaoderly@camara.leg.br, dep.jonesmartins@camara.leg.br, dep.josefogaca@camara.leg.br, dep.joseotaviogermano@camara.leg.br, dep.josestedile@camara.leg.br, dep.luiscarlosheinze@camara.leg.br, dep.luizcarlosbusato@camara.leg.br, dep.marcomaia@camara.leg.br, dep.marcon@camara.leg.br, dep.mariadorosario@camara.leg.br, dep.mauropereira@camara.leg.br, dep.nelsonmarchezanjunior@camara.leg.br, dep.onyxlorenzoni@camara.leg.br, dep.paulopimenta@camara.leg.br, dep.pepevargas@camara.leg.br, dep.pompeodemattos@camara.leg.br, dep.renatomolling@camara.leg.br, dep.sergiomoraes@camara.leg.br