O que fazer em casa durante o feriado de Corpus Christi na quarentena

Opções de entretenimento para se distrair durante a quarentena

Com a proximidade do feriado de Corpus Christi, que foi oficialmente antecipado em algumas cidades do Brasil para o mês de maio, o Estadão sugere opções de lives, filmes, séries e livros para ficar em casa em meio à quarentena.

Hoje, às 11h, o violista da Orquestra Petrobras Sinfônica Fernando Thebaldi fará uma live em parceria com o músico Chaps Melo, criador do Mundo Bita. A transmissão faz parte do projeto Encontros Petrobras Sinfônica, que promove semanalmente às quartas-feiras lives com músicos e artistas.

Já às 17h, o Diálogos Itaú Cultural traz uma conversa entre Jô Santana, da Fato Produções Artísticas, Monique Cardoso, do Festival de Artes Cênicas do Ceará, e Eduardo Saron, do Itaú Cultural, transmitida pelo YouTube.

Também nesta quarta-feira, estreia na Netflix a série de suspense italiana Curon, que se passa na comuna de Curon Venosta, alagada após a construção de uma represa em meados do século 20. Outra novidade no catálogo da plataforma é a série brasileira Reality Z, que imagina um grupo de participantes de um reality show que tenta sobreviver a um apocalipse zumbi.

Nesta quinta-feira, 11, o cantor Alceu Valença e o maestro da Orquestra Ouro Preto farão uma transmissão ao vivo pelo Instagram às 18h. Além de um bate-papo, os músicos apresentarão o primeiro single de Valencianas II, a faixa Tomara, que chegou às plataformas de streaming em 5 de junho.

Entre os dias 12 e 14, de sexta-feira a domingo, o Festival Relampeio promove encontros sobre literatura fantástica com escritores como a argentina Teresa P. Mira de Echeverría, a chinesa Xia Jia e o brasileiro Fábio Kabral, editores como o americano Neil Clarke e o italiano Francesco Verso e a pesquisadora americana Elizabeth Ginway, referência no estudo da ficção científica brasileira e professora da Universidade da Florida.

Na sexta-feira, 12, para comemorar o dia dos namorados, a cantora Mart’nália conduz uma transmissão ao vivo com canções e poemas de Vinicius de Moraes às 19h, no canal da Companhia das Letras no YouTube. O evento marca também o lançamento do e-book Ao Meu Amor Serei Atento, de Vinicius.

Também na sexta-feira, a editora Todavia lança o segundo livro digital de sua nova coleção de e-books sobre a pandemia. Trata-se do ensaio Curto-Circuito: o vírus e a volta do Estado, da economista Laura Carvalho, que explica os efeitos do coronavírus para a economia do Brasil e do mundo. Além da versão digital, a obra deve ser publicada também em formato impresso.

No sábado, 13, o cantor Carlos Navas fará uma transmissão ao vivo às 16h dedicada a Clarisse Lispector, lendo trechos de obras como A Hora da Estrela, A Paixão Segundo GH e Para Não Esquecer, além de canções como O Espantalho (Claudio Nucci/Paulinho Tapajós) e João e Maria (Sivuca/Chico Buarque). A live de cerca de 50 minutos de duração, transmitida pelo Facebook da Casa de Cultura Tremembé é promovida pela Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.

A coleção Breve Companhia, da editora Companhia das Letras, vem trazendo livros digitais produzidos especialmente para o período de quarentena. Além de ensaios de pensadores como Yuval Noah Harari sobre o coronavírus, há também obras mais leves, como o livro Parolagem da Vida, que reúne 40 poemas de Carlos Drummond de Andrade que têm a ver com o tempo presente.

As editoras Boitempo e Morro Branco também têm ótimas opções de leituras digitais para a quarentena. A Boitempo vem publicando e-books de autores como Christian Dunker, Naomi Klein e Boaventura de Sousa Santos sobre a pandemia. E a Morro Branco, especializada em literatura fantástica, disponibiliza em seu site, no projeto Cápsula, contos de autores consagrados como Ursula K. Le Guin e Octavia Butler para leitura gratuita.