Outubro Rosa: todos na luta contra o câncer de mama!

Provavelmente, você já ouviu falar sobre a campanha Outubro Rosa, que acontece todos os anos, não apenas no Brasil, mas também em várias partes do mundo.

Mas você sabe qual foi o ponto de partida? De onde surgiu a ideia? Sabe o motivo de essa campanha ser tão importante?

Se você quer descobrir as respostas para essas perguntas, continue a leitura e tire suas dúvidas sobre o assunto!

Como funciona a campanha Outubro Rosa?

O grande objetivo desse programa é chamar a atenção das pessoas para uma das doenças que mais mata as mulheres: o câncer de mama.

É um tipo de alerta para que elas façam exames periódicos, para facilitar o diagnóstico precoce e aumentar as chances de cura.

A campanha incentiva também o autoexame das mamas (que já não é mais recomendado em alguns países), no qual a mulher pode, através do toque, identificar o surgimento de um tipo de caroço na região.

Como tudo começou?

Todo o movimento teve início nos Estados Unidos, na cidade de Nova Iorque, em 1990. A Fundação Susan G. Komen for the cure promoveu uma corrida para arrecadar dinheiro e também informar e alertar sobre o câncer de mama.

Todas as pessoas que participaram da corrida usaram um laço rosa na altura do peito. Hoje, ele se tornou o símbolo do movimento.

A partir de então, a corrida acontecia normalmente todos os anos, até que, em 1997, outras cidades do país aderiram à campanha.

Foi assim que outubro ficou conhecido como o mês do câncer de mama e deram o nome de Outubro Rosa ao movimento.

Como ela chegou ao Brasil?

O primeiro vestígio da campanha Outubro Rosa em terras brasileiras foi no ano de 2002. O Mausoléu do Soldado Constitucionalista, também conhecido como Obelisco do Ibirapuera, localizado em São Paulo, ficou iluminado de rosa durante o mês.

Essa iniciativa partiu de um grupo de mulheres que queriam trazer o movimento para o Brasil e se uniram a uma empresa europeia de cosméticos.

Na terceira semana de maio de 2008, em comemoração ao dia das mães, foi iluminada de rosa a Fortaleza da Barra, em São Paulo, para lembrar às mulheres sobre a prevenção do câncer de mama.

Em outubro do mesmo ano, diversos locais tiveram os seus monumentos coloridos por uma luz rosa. Foi o caso, por exemplo, do símbolo mais conhecido do Rio de Janeiro: a estátua do Cristo Redentor.

Por que a conscientização é importante?

Segundo dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de mama é o segundo mais prevalente entre as mulheres e representa 28% dos casos de câncer por ano. Além disso, uma pesquisa realizada pelo IBGE, em 2012, mostrou que, em 20 anos, as mortes de mulheres pelo câncer de mama aumentou em 16,7%.

Esses números mostram porquê essa conscientização é importante. O Outubro Rosa é uma lembrança de que as mulheres precisam se cuidar e fazer exames como uma forma de prevenção. Quanto mais cedo o diagnóstico for realizado, melhor é o prognóstico.