Pacote de Maldades do Sartori/PMDB pode ser votado nesta terça-feira (30)

pacote_ortiz3O governo Sartori/PMDB está tentando manobrar para votar, ainda hoje, o seu Pacote de Maldades. Esse pacote foi enviado para a Assembleia Legislativa no ano passado, sendo que, na época, o governo não conseguiu os votos necessários para aprovação das PECs (Proposta de Emenda Constitucional), tendo conseguido aprovar, apenas, os Projetos de Lei. Desde janeiro, o governo Sartori/PMDB vem tentando conseguir os votos necessários para aprovação do restante do Pacote. No entanto, devido ao seu enfraquecimento, tem sido obrigado a adiar sucessivamente a votação das propostas.

Nesta terça-feira (30), o governo está fazendo uma ofensiva para conseguir os votos necessários. Tentando aproveitar que os sindicatos estão com sua atenção voltada, majoritariamente, para a luta contra a Reforma da Previdência, Sartori vai tentar colocar em votação as PECs que privatizam as estatais, oficializa o atraso dos salários e o calote do 13º salário dos servidores, além de atacar a organização sindical dos servidores.

Por tudo isso, é muito importante que os policiais que puderem, se desloquem para a Assembleia Legislativa par aumentar a pressão sobre os deputados estaduais. O presidente da UGEIRM, Isaac Ortiz, lembra que “até agora conseguimos barrar o Pacote do Sartori, com a nossa mobilização. Não podemos baixar a guarda, senão o governo passa o trator por cima dos servidores. Vamos todos para a Assembleia Legislativa deixar bem claro para os deputados que o parlamentar que votar no Pacote vai ter sua resposta nas urnas, em 2018. Quem não puder ir até a Assembleia, pode mandar e-mail, mensagem ou ligar para os parlamentares, cobrando sua posição contrária ao Pacote”.