Policiais parados contra o Pacote do Sartori/PMDB. Todos na Praça da Matriz!

marcha_seguranca_13_12_maiaCumprindo decisão da Assembleia realizada na terça-feira (13), os Policiais Civis estão paralisando suas atividades a partir de hoje (19). Nesta segunda-feira (19) começa a votação do Pacote medidas do governo Sartori/PMDB. Legalização do atraso dos salários, confisco do 13º dos Servidores, aumento da alíquota da Previdência, privatização das Fundações e demissão de servidores são alguns dos ataques contidos no Pacote.

Nesses dois dias, os Policiais paralisarão suas atividades e ocuparão a Praça da Matriz, junto com as demais categorias dos Servidores Públicos. No interior, serão realizadas atividades para explicar a população os motivos da paralisação.

Veja abaixo, como será a paralisação:

1 – A paralisação se estenderá até o fim das votações do Pacote de Maldades do Governo Sartori/PMDB, na Assembleia Legislativa;

2 – Todos os policiais devem se concentrar na Praça da Matriz para pressionar os deputados;

3 – A orientação é para que não haja circulação de viaturas. Todas devem permanecer paradas no órgão a que pertencem;

4 – Não haverá cumprimento de MBAs, mandados de prisão, operações policiais, serviço cartorário, entrega de intimações, oitivas, remessa de IPs ao Poder Judiciário e demais procedimentos de polícia judiciária;

5 – As DPPAs e plantões somente atenderão os flagrantes e casos de maior gravidade, tais como: homicídios, estupros, latrocínios e casos graves de ocorrências envolvendo crianças, adolescentes e idosos, Lei Maria da Penha, além daquelas ocorrências em que os plantonistas julgarem imprescindível a intervenção imediata da Polícia Civil.

6 – É fundamental mantermos o diálogo com a população, explicando os motivos da nossa greve. É preciso mostrar à população que a nossa luta é por uma segurança de qualidade, com um serviço público que funcione. O principal objetivo da nossa paralisação é a garantia da segurança do povo gaúcho.