Projeto de reajuste dos servidores estaduais deve ser votado na próxima terça-feira (3)

A partir da próxima terça-feira (3), o Projeto do governo do estado, que estabelece um índice de 6% de reajuste dos salários e subsídios do serviço público estadual, passa a trancar a pauta de votação da Assembleia Legislativa. Com isso, existe uma expectativa de que o projeto seja colocado em votação na própria terça-feira.

Servidores vão ocupar a Praça da Matriz e a Assembleia para pressionar deputados

Com a proximidade da votação da proposta do governo, de reajuste de 6%, as entidades dos servidores intensificarão a pressão na Assembleia Legislativa, já a partir da segunda-feira. Para a terça-feira, todas as categorias estão convocando os servidores a estarem na praça da Matriz e na Assembleia Legislativa, para pressionar os parlamentares.

A UGEIRM está orientando os (as) policiais a procurarem as Câmaras de Vereadores locais e os deputados estaduais, nas suas bases, para cobrar um comprometimento com a alteração do índice apresentado pelo governo. Além disso, é importante ocuparmos as redes sociais dos parlamentares com o pedido para alteração do índice de 6%.

O Presidente da UGEIRM, Isaac Ortiz, convoca os (as) Policiais Civis. “A próxima semana será decisiva para conseguirmos aumentar o índice proposto pelo governo. O Projeto será votado na Assembleia Legislativa e existe uma possibilidade concreta de aprovarmos a alteração no índice de 6%. Mas, para isso, é fundamental uma grande demonstração de força, com a Praça da Matriz e as galerias da Assembleia Legislativa lotadas. Já existem propostas de emendas, estabelecendo índice de 10,6% de reposição salarial, que repõe, pelo menos, a inflação de 2021. Na terça-feira, o lugar dos (as) Policiais Civis é na Assembleia Legislativa! Vamos mostrar aos parlamentares, que nosso trabalho vale mais do que 6%!”