Protesto reúne 10 mil servidores em frente à sede do Governo do PR, diz PM

481448-970x600-1Cerca de 10 mil servidores e professores em greve estão, segundo a Polícia Militar, em frente à sede do Governo do Paraná, nesta terça-feira (10), em protesto contra as recentes medidas de austeridade do Governo Beto Richa (PSDB).

As ruas ao redor do Palácio Iguaçu, em Curitiba, foram fechadas. Os servidores carregam faixas criticando Richa, chamando de “caloteiro” e pedem o “dinheiro do Paraná de volta”. Aos gritos, claman “Fora, Rica”.

O tucano, reeleito no ano passado, tem enfrentado uma crise financeira há pelo menos dois anos, o que já forçou o Estado suspender obras, atrasar pagamentos e parcelar salários.

Neste ano, ele cortou milhares de funcionários da educação às vésperas do início do ano letivo, para poupar despesas, além de ter atrasado pagamento aos professores e fechado turmas em todo Estado. Os professores entraram em greve nesta segunda (9).

Na última semana, o tucano propôs ainda um pacote de medidas para aliviar o caixa, que incluem, a mudança da previdência dos servidores públicos (que passam a ter um teto de vencimento), o fim do anuênio e um corte de um quarto do orçamento.

O “pacotaço das maldades”, como foi apelidade pela oposição é o principal alvo do protesto dos servidores.

Leia matéria na íntegra aqui

Fonte: Folha de São Paulo