Reunião com Casa Civil foi transferida para sexta-feira (4/8)

A direção da UGEIRM foi informada na tarde desta segunda-feira, que a reunião com o Secretário Chefe da Casa Civil, Fábio Branco, antes agendada para esta quarta-feira (02), foi transferida para sexta-feira (04), às 10 horas da manhã.

Como consequência do adiamento, a direção da UGEIRM está transferindo a mobilização da categoria para a sexta-feira (04). Neste dia, os policiais farão uma vigília em frente ao Palácio Piratini, na Praça da Matriz, como forma de pressionar o governo e mostrar a força da categoria. No interior, a orientação da UGEIRM é para que, no mesmo dia (sexta-04), os policiais façam vigílias em frente às delegacias durante o período da reunião e, se possível, conversem com a população, explicando a atual situação da polícia e os motivos para a manifestação.

Com o parcelamento dos salários, que neste mês foi aprofundado com o pagamento de apenas R$ 650 no dia 31, essa mobilização ganhou uma importância ainda maior. O presidente da UGEIRM, Isaac Ortiz, convoca a categoria para a mobilização na sexta-feira (04). “Esse parcelamento mostra que a situação deve piorar mais ainda. Nesse mês só recebemos R$ 650. No próximo mês, o próprio governo anuncia que a situação tende a piorar, com o encontro de duas folhas de pagamento. Se não mostrarmos força, questões como as nossas promoções, a nossa aposentadoria e, até mesmo, o reajuste da Tabela de Subsídios da Segurança Pública, entrarão na mira do governo. Vamos fazer uma grande mobilização aqui na Capital e, no interior, vamos fazer vigílias na frente de todas as delegacias”.