Salários de julho são quitados durante o dia de hoje (11)

sartori_salarios_siteO Governador Sartori anunciou hoje, em entrevista coletiva, a quitação integral dos salários de julho. Segundo o governo, o pagamento do restante dos salários foi possível devido a entrada, no caixa do Estado, de R$ 530 milhões na segunda-feira: R$ 100 milhões do Fundo de Participação dos Estados e do IPI de Exportação, R$ 252 milhões do ICMS de energia, combustíveis e comunicações e R$ 180 milhões de substituição tributária. Além disso, o Governo “pedalou” outras despesas, entre elas a parcela da dívida com a União. Porém, o Governador não garantiu o pagamento integral dos salários de agosto. De acordo com o secretário estadual da Fazenda, Giovani Feltes “isso haverá de ser definido lá, aos 45 do segundo tempo”.

Sartori também afirmou durante a entrevista que está deixando de fazer diversos repasses, tanto para credores quanto para municípios. Porém, não discriminou quais seriam, deixando no ar um clima de chantagem. Talvez querendo indicar para a população que os servidores são responsáveis pelo atraso de repasses da saúde e de outras áreas, que deveriam ser feitos ao município. Novamente o governo joga o peso da sua incompetência nas costas dos servidores

O fato curioso é que no anúncio do parcelamento dos salários o Governador delegou a tarefa ao seu secretário de fazenda, agora, no anúncio da quitação dos salários, preferiu ele mesmo fazer a comunicação.

Operação Padrão

Com o pagamento do restante dos salários, a UGEIRM recomenda aos policiais a voltarem a fazer o registro de ocorrências. Porém, a Operação Padrão continua. De acordo com o presidente da UGEIRM, Isaac Ortiz, “os motivos que nos fizeram começar a Operação Padrão continuam. O PL 206/2015, que coloca em risco a nossa tabela de subsídios, continua na Assembleia Legislativa para ser votado, o desmonte da Segurança Pública continua sendo feito, os candidatos aprovados no último concurso ainda não foram chamados, ou seja, a política do governo Sartori continua atacando a Segurança Pública”.

Clique aqui e veja a cartilha para a Operação Padrão

Segunda Marcha Segurança Para Todos, no dia 18, será maior ainda!

Os policiais civis vão realizar, no dia 18 de agosto, a segunda Marcha Segurança Para Todos. No dia 7 de julho os trabalhadores da segurança pública realizaram uma mobilização histórica, quando ocuparam as ruas de Porto Alegre, mostrando o seu repúdio às políticas do Governo Sartori para a Segurança Pública. Agora, no dia 18, a promessa é de uma mobilização ainda maior. Para Isaac Ortiz, presidente da UGEIRM, “desde o dia 7 de julho, a situação só se agravou. Nossos salários foram parcelados. A LDO, que não prevê reajuste para os servidores, foi aprovada na Assembleia Legislativa. O PL206, que coloca em risco a implementação da Tabela de Subsídios da Polícia Civil, continua avançando. Então, nós não podemos dar outra resposta, nossa marcha do dia 18 será maior ainda! É nosso futuro que está em jogo”.

Os policiais se concentrarão a partir das 12 horas em frente ao Palácio da Polícia. De lá, partirão em Marcha até o Largo Glênio Peres, onde se juntarão aos outros servidores públicos para participar da Assembleia Unificada. Após a Assembleia, será realizado um Ato Público em frente ao Palácio Piratini