SOLIDARIEDADE: Filha de Policial Civil necessita de transplante de medula

A filha do colega Marco Dutra, Raquel Lopes Dutra, de 6 anos está em tratamento para Leucemia e necessita da realização de um transplante de medula. Esse tipo de operação, apesar de relativamente simples, precisa de doadores (as) que possuam compatibilidade com a beneficiada pelo transplante.

A UGEIRM está se juntando ao colega e sua família, para fazer um apelo a todos que puderem realizar o teste de compatibilidade. O exame é simples e é feito no banco de sangue do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

Como realizar o teste de compatibilidade

Para realizar o teste de compatibilidade é necessário fazer o agendamento prévio para doação de sangue, através do site do Hospital de Clínicas (CLIQUE AQUI). No dia do teste, será colhido 5 ml de sangue, através do procedimento usual, para o teste de compatibilidade, chamado HLA. Também será preenchido um termo de consentimento, com identificação e endereço. Estas informações, juntamente com o resultado do exame HLA, serão enviadas para o banco de dados do Redome.

Para maiores informações, consulte o site http://redome.inca.gov.br/doador/onde-e-feito-o-cadastro-de-doador/. Quem é cadastrado no REDOME, mantenha os dados atualizados para que, caso seja compatível, possa ser localizado.

Também é necessário preencher um termo de consentimento, com identificação e endereço. Estas informações, juntamente com o resultado do exame HLA, serão enviadas para o banco de dados do Redome.

Quem pode doar?

Qualquer pessoa que tenha entre 18 e 55 anos de idade e não seja portadora de nenhum tipo de câncer nem de doenças infecciosas.

O transplante é uma esperança de cura para Raquel. A nossa categoria já mostrou em várias oportunidades a sua generosidade e solidariedade. Temos a certeza que mais uma vez os (as) policiais Civis provarão isso e contribuirão para que o nosso colega Marcos Dutra e sua família superem esse momento tão difícil.