Trovão Azul é um resumo do governo Sartori/PMDB

trovaoolimpicoEsse final de semana marcou mais uma sucessão de trapalhadas do governo Sartori/PMDB na área da segurança pública. Seriam engraçadas se fossem cenas de um filme pastelão, ou um programa dos trapalhões. Mas quando se trata da segurança da população gaúcha, o único sentimento que provoca é revolta.

Depois de ser vendido como solução para o problema da superlotação das carceragens das delegacias da Região Metropolitana, o ônibus-cela Trovão Azul, uma invenção genuinamente gaúcha, foi definitivamente aposentado pelo suposto Secretário de Segurança Cezar Schirmer. Porém, até para aposentar o Trovão Azul, o governo fez uma sucessão de trapalhadas. Primeiro, o ônibus foi interditado pelo Ministério Público e proibido de receber novos presos. Na semana passada, para agravar a situação, parte do prédio que abrigava o ônibus desabou por falta de conservação. Sem local para abrigar o Trovão Azul, o Secretário de Segurança, talvez inspirado pelo fato do Trovão ser azul, teve a “brilhante” ideia de estacioná-lo nos escombros do Estádio Olímpico, antigo estádio do Grêmio. Se fosse vermelho talvez fosse para o Beira Rio. Alertado da situação ridícula, o Secretário, finalmente, devolveu o Trovão Azul à aposentadoria.

Ao anunciar a volta à aposentadoria do Trovão Azul, Cezar Schirmer declarou que vai abrir edital para construção dos Centros de Triagem. O interessante nesse anúncio, é que o governo tinha prometido a construção dos Centros em entrevista coletiva dada pelo Secretário de Segurança no dia 27 de outubro de 2016. Mais de sete meses depois, o governo construiu apenas um Centro que, mesmo assim, não está com sua capacidade máxima. Tendo, inclusive, sido palco de fuga de presos. Agora, em maio de 2017, o governo anuncia o edital para a contratação de empresas os prédios que seriam, de acordo com Schirmer, a solução para o problema dos presos. Ou seja, o governo levou sete meses para elaborar um edital para contornar uma situação de emergência. Podemos imaginar o tempo que levaria, se a situação não fosse emergencial.

Política de Segurança de Sartori/PMDB é um verdadeiro desastre

O Trovão Azul é apenas um detalhe na política de segurança do candidato à reeleição Ivo Sartori/PMDB. Um detalhe revelador, que mostra a total incompetência do governo na área. Recorde de latrocínios, índices de homicídios nunca antes vistos no RS, menores investimentos da história, salários dos policiais atrasados, promoções suspensas, delegacias superlotadas de presos, os menores contingentes policiais da história, delegacias caindo aos pedaços e a população amedrontada trancada nas suas casas. Esse é o cenário de terra arrasada deixado pelo governador e candidato a reeleição Ivo Sartori/PMDB.

Que o governador é incapaz de resolver o problema, já está claro. Porém, o mais assustador é que os outros poderes, Judiciário e Legislativo, se portam como avestruz e fingem que o problema não é com eles. Em qualquer democracia séria, o judiciário já teria tomado uma providência para garantir a integridade física dos policiais de plantão nas delegacias. Porém, em nosso país, o próprio STF chancela a incompetência e irresponsabilidade do governo do estado, ao se negar a punir o governador Sartori/PMDB.

O presidente da UGEIRM, Isaac Ortiz, afirma que “a UGEIRM continuará fazendo a sua parte. Acionando o Judiciário, discutindo com o Legislativo e informando a população sobre a situação absurda das carceragens das delegacias. Como parte da nossa mobilização, será realizada, no dia 7 de junho, uma Audiência Pública, proposta pela UGEIRM, que discutirá a situação das carceragens das delegacias gaúchas. É fundamental que os policiais lotem a Assembleia Legislativa e mostrem, para os deputados, a situação a que estamos expostos. Não podemos depender do governo para resolver essa situação. Só a nossa mobilização e pressão vai mudar essa realidade”.