UGEIRM realiza reunião de mobilização com policiais de Santiago

A direção da UGEIRM esteve na cidade de Santiago, nesta quarta-feira (19), para se reunir com os policiais civis da região. O encontro discutiu a mobilização pelas promoções, contra o parcelamento de salários e em defesa da aposentadoria policial.

A reunião contou com uma boa presença de policiais. A direção da UGEIRM expôs a atual situação das promoções, onde o governo alimenta boatos mas não assume nenhuma posição concreta sobre previsão de data de publicação. Os policiais de Santiago expuseram sua inconformidade com o tratamento que tem recebido do governo Sartori/PMDB. A insatisfação é geral, pois, de acordo com os policiais, o governo cobra muita produtividade e o que é oferecido em troca são salários parcelados, promoções represadas e ataques à aposentadoria policial. Um dos pontos de maior descontentamento é o programa Qualificar. Na visão colocada na reunião, esse programa exige o cumprimento de metas quantitativas, mas não dá as condições adequadas de trabalho para os policiais, causando um grande nível de estresse e até adoecimento dos policiais, fruto da pressão a que são submetidos.

O presidente da UGEIRM, Isaac ortiz, que esteve na reunião, comentou sobre a importância dessas reuniões para a preparação da mobilização. “São fundamentais esses encontros com os colegas do interior. São nessas reuniões que construímos as condições para uma resposta  à altura aos ataques do governo Sartori/PMDB. Estamos preparando uma grande reunião do Conselho de Representantes para a próxima terça-feira (25), em Santa Maria. Nessa reunião vamos decidir nossa posição em relação ao tipo de mobilização que vamos realizar. Várias propostas já foram levantadas, como a volta da Operação Padrão, boicote ao projeto Qualificar e boicote às Operações Policiais. Vamos continuar realizando reuniões em outras cidades, onde vamos mobilizar mais ainda os policiais e levantando propostas de mobilização ´para serem discutidas na reunião do Conselho de Representantes”.