Vitória da mobilização: vacinação dos (as) Policiais Civis gaúchos (as) começa nesta sexta-feira (02)

O Governo do estado anunciou, na tarde desta quinta-feira (01), que se inicia, nesta sexta-feira (02), a vacinação contra a Covid-19 da totalidade dos Policiais Civis da ativa. O anúncio foi feito pelo vice-governador, Delegado Ranolfo Vieira, através de vídeo divulgado nas redes sociais.

Em áudio enviado ao sindicato, a Chefe de Polícia, Delegada Nadine Anflor, detalhou como se dará a vacinação dos (as) Policiais Civis. De acordo com a Chefe de Polícia, a vacinação começará nesta sexta-feira, já no período da manhã. Os (as) Policiais deverão se dirigir a um Posto de Vacinação, com um ofício específico, que será fornecido pelos responsáveis pelas Delegacias ou Departamentos, e com a sua carteira funcional. Lá, será aplicada a 1ª dose da vacina contra a Covid-19. A Delegada Nadine também ressaltou que a meta do governo é de, até a quarta-feira da próxima semana, vacinar 100% do efetivo com a 1ª dose contra a Covid-19.

Antecipação da vacinação é vitória da mobilização dos (as) Policias Civis

Em dezembro de 2020, a Direção da UGEIRM iniciou a mobilização para que a vacinação da categoria fosse realizada o mais rápido possível. Naquele momento, em que o governo federal anunciava que os policiais estariam no fim da fila das prioridades, o Sindicato enviou um ofício aos Ministérios da Justiça e da Saúde, solicitando que essa ordem fosse alterada, contemplando os profissionais da segurança pública, logo após os profissionais da saúde. Paralelo a isso, a UGEIRM acionou a Cobrapol, para que a mesma também intercedesse junto ao governo e que iniciasse uma mobilização nacional a respeito dessa reivindicação.

Nos meses seguintes, a direção da UGEIRM realizou várias reuniões com representantes do governo do estado, ministros do governo Bolsonaro, parlamentares e os Prefeitos, através da Famurs e da pressão da categoria sobre as Câmaras de Vereadores do interior do estado, objetivando aumentar a pressão sobre o Ministério da Saúde. Ao mesmo tempo, em conjunto com a Cobrapol, o sindicato preparou uma série de mobilizações, que culminou com a grande Carreata do dia 22 de março e com mobilizações nas Delegacias do Interior. Com o movimento pela antecipação da vacinação crescendo em todo o país, os próprios governadores e prefeitos começaram a pressionar o governo Bolsonaro pela antecipação, culminando na solicitação do CONASS ao Ministério da Saúde.

Infelizmente, a vacinação chega em um momento em que já perdemos vários colegas. Porém, a nossa mobilização, com certeza, conseguiu que várias vidas de policiais sejam poupadas. Com o início da vacinação, os Policiais Civis terão tranquilidade para continuar exercendo o papel fundamental que vêm desempenhando desde o início da Pandemia. Além da categoria e dos seus familiares, toda a sociedade sai fortalecida com a vitória da nossa mobilização.

Foto: Luiz Castro / UGEIRM