Entidades da Polícia Civil organizam Marcha por reposição salarial no dia 22 de março

Reunidas na Sede da UGEIRM, nessa quinta-feira (17), as entidades representativas dos servidores da Polícia Civil debateram e deliberaram sobre a realização de uma Marcha em Defesa da Reposição Salarial, no dia 22 de março, em Porto Alegre. Além da UGEIRM, a reunião contou com a participação de representantes da ACP-RS, Asdep e Sinpol-RS.

A avaliação unânime das entidades é que, após três anos com os salários congelados, somente com uma grande mobilização da categoria, será possível fazer o governo sentar à mesa de negociação com as entidades. Para que a Marcha do dia 23 de março tenha uma participação massiva, a reunião deliberou que as entidades percorrerão o máximo de regiões policiais, realizando reuniões para informar sobre as ações das entidades e debater sobre a melhor forma de mobilizar a categoria.

A primeira reunião acontecerá já na próxima segunda-feira (21), na sede do DEIC, a partir das 10h30. No mesmo dia, a partir das 14h30, será a vez dos (as) Policiais Civis do DENARC debaterem a mobilização pela reposição salarial. No dia 24 de fevereiro será realizada uma reunião no Pátio do Palácio da Polícia, que reunirá os policiais que trabalham na Sede da Polícia Civil na Capital.

O Presidente da UGEIRM, Isaac Ortiz, destaca a importância da unidade entre todas as entidades da Polícia Civil. “Essa reunião com as entidades é significativa. A unidade demonstrada nos debates, é fundamental para fazer o governo sentar à mesa de negociação com os Policiais Civis. Vamos percorrer as regionais da Polícia Civil, debatendo com a categoria e mobilizando para a realização de uma Marcha histórica no dia 22 de março. Essa mobilização será um marco, mostrando à população a realidade dos trabalhadores que têm reduzido de forma acentuada todos os índices de violência no estado”.