Brasil volta a registrar mais de 1,3 mil mortes e quase 60 mil novos casos de coronavírus

Da Redação*

No Brasil todo, foram registrados 1.311 mortes e 59.961 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas, informou o Ministério da Saúde nesta quinta-feira (23). Já são 84.082 óbitos e 2.287.475 de contaminados no país desde março. Além disso, 3.786 mortes ainda estão em investigação.

Novo Estudo

Pesquisa levada a cabo por 15 instituições brasileiras em parceria com universidades britânicas e publicada hoje pela revista Science aponta que medidas como o fechamento de escolas e comércio, embora insuficientes, ajudaram a diminuir a taxa de transmissão do novo coronavírus no Brasil. O estudo realizou o sequenciamento de 427 genomas do novo coronavírus SARS-CoV-2.

Foram colhidas amostra de pacientes positivos para a covid-19 entre os meses de março e abril, em 85 municípios de 21 estados brasileiros. Segundo os pesquisadores, esse é o maior estudo de vigilância genômica da covid-19 na América Latina.

Os pesquisadores combinaram dados genômicos da SARS-CoV-2, com dados epidemiológicos e de mobilidade humana para investigar a transmissão do vírus em diferentes escalas e o impacto das medidas de intervenção não farmacêuticas (INFs) no controle da epidemia no país, entre as quais o fechamento de escolas e do comércio, que ocorreu no final de março.

Os pesquisadores também  identificaram mais de 100 entradas distintas do vírus no país originárias principalmente da Europa. A maior parte dessas introduções foi identificada nas capitais com maior incidência de voos internacionais, com destaque para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Ceará.

De acordo com a pesquisa, somente uma pequena parcela dessas introduções resultou nas linhagens espalhadas por transmissão comunitária no país.

*Com informações da Agência Brasil