Feminicídios aumentam 41% no Rio Grande do Sul

Os indicadores de criminalidade divulgados nesta quarta-feira (9) revelaram uma situação preocupante: cresceu em 41% as mortes de mulheres por questões de gênero. Foram 117 vítimas no ano passado contra 83 em 2017. Ou seja, 34 a mais.

O número de feminicídios é o maior registrado no Estado deste 2012, quando começou o levantamento da Secretaria da Segurança Pública (SSP). Naquele ano, 101 mulheres foram mortas nestas condições.

Também cresceram as tentativas de feminicídios: foram 31 casos a mais, o que representa uma elevação de 9,5%. De 324 registros, passou para 355.