Policiais Civis são homenageados por atuação contra o Abigeato

Na última quinta-feira (10), nove policiais civis, que participam da Força Tarefa contra o Abigeato, foram homenageados durante o Grande Expediente da Assembleia Legislativa. A Força Tarefa tem base em Rosário do Sul e Pinheiro Machado, e é atualmente sediada em Bagé.

Em um ano, a força policial desarticulou 17 organizações especializadas em abigeato, prendeu 135 criminosos, recuperou 843 bovinos, restituiu 403 bovinos a seus donos, apreendeu 53 armas de grosso calibre. Recuperou 11 carros roubados, e apreendeu outros 14 por servirem a ações criminosas. Recolheu 13 caminhões. Inspecionou mais de 15 mil bovinos em propriedades de indivíduos investigados por abigeato, apreendeu mais de 35 toneladas de carne. O confisco de animais, carnes, armas, automóveis, caminhões e outros bens em poder de criminosos resultou na recuperação de mais de R$ 6 milhões, recursos que devem ser restituídos às vítimas.

Todo esse trabalho só foi possível, devido à extrema dedicação desses policiais. Pois, mesmo com salários parcelados e sem promoções, esses agentes conseguem realizar um trabalho fundamental para o desenvolvimento econômico do estado. Infelizmente, apesar de orgulhosos pela homenagem prestada pela Assembleia Legislativa, esses policiais continuarão enfrentando todo tipo de dificuldades no retorno ao seu trabalho. Também é importante lembrar, que esses mesmo policiais que são homenageados pelos parlamentares, não recebem o mesmo tratamento do governo do estado, que não lhes concede as promoções que têm direito, parcela seus salários e ainda ameaça as suas aposentadorias. A UGEIRM agradece a homenagem dos deputados e espera que os parlamentares lembrem da atuação desses policiais, quando for votado o Pacote de Maldades do governo Sartori/PMDB na Assembleia Legislativa e votem a favor dos servidores e contra a destruição do serviço público.