Concursados da Polícia Civil levam caixão para a frente do Palácio Piratini

caixao_palacioDando continuidade à mobilização pela convocação imediata dos candidatos aprovados no Concurso para a Polícia Civil do RS, os concursados continuam acampados na frente do Palácio Piratini. Na manhã desta segunda-feira (19), os manifestantes levaram um caixão simbolizando o risco do colapso na segurança pública do Estado. A direção da Ugeirm está na manifestação apoiando a pressão sobre o governador José Ivo Sartori para que ele convoque imediatamente os aprovados. A falta de pessoal nas delegacias já está colocando em risco a segurança da população.

Lembramos que, na manhã da última sexta-feira (16), o governador José Ivo Sartori sancionou os aumentos de salário para deputados, secretários, vice e para o seu próprio salário. O governador passará a receber R$ 25.322 mensais, assim como os deputados estaduais. Já o vice-governador e os secretários vão receber R$ 18.991 por mês. Na opinião da Ugeirm, esses aumentos ocorrem em um momento completamente inadequado. “Os altos salários são reajustados enquanto as horas extras e as promoções da Polícia Civil correm o risco de atrasos. Além disso, nossos concursados não foram convocados, contrariando autorização do ex-governador. Também foram prejudicadas as empresas terceirizadas responsáveis pela manutenção e limpeza das delegacias. Medidas como essas não combinam com o discurso de austeridade repetido várias vezes pelo governo eleito”, destaca o presidente do Sindicato, Isaac Ortiz.

Os concursados continuarão na frente do Palácio Piratini cobrando do governador José Ivo Sartori a imediata convocação dos concursados.