Ministério da Saúde antecipa início da vacinação nos estados para hoje; doses chegam ao RS às 20h25

Da Redação*

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que a vacinação contra o novo coronavírus começará nos estados ainda nesta segunda-feira (18), antecipando assim o início da campanha nacional de imunização, que estava previsto para esta quarta-feira (20).

Pazuello disse que a previsão é que a distribuição das doses da vacina, CoronoVac, vacina do Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, com uso de aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) ocorra até as 14 horas de hoje, e que as primeiras aplicações sejam feitas até as 17 horas.

Ao lado de governadores, o ministro participou, nesta manhã, do ato simbólico de entrega de 4,6 milhões de doses da CoronaVac no Centro de Logística do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. As vacinas serão transportadas por via aérea para o Distrito Federal e as capitais de dez estados: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rondônia, Roraima e Santa Catarina. Também há previsão de distribuição de vacinas por via terrestre.

Presente no ato, o governador Eduardo Leite (PSDB) publicou em seu perfil no Twitter que o Rio Grande do Sul irá iniciar a vacinação às 18h desta segunda, começando pela aplicação em profissionais de saúde. Contudo, no início da tarde, o governo comunicou que as primeiras doses só chegarão ao Estado às 20h25, em um voo da Azul. Em razão disso, no momento, não há previsão para o início da vacinação no Estado.

Em áudio encaminhado à imprensa nesta manhã, o governador saudou o fato de que a vacinação ocorrerá no âmbito do Programa Nacional de Imunizações (PNI), o que evita uma disputa entre os estados pela compra da vacina.

“A vacina é a solução para permitir que as pessoas estejam mais tranquilas para conviverem, para se encontrarem, poderem circular, retomar a economia também e, evidentemente, preservar vidas. Então, a gente agradece ao Ministério da Saúde, que faz a aquisição e que garante dentro do Programa Nacional de Imunizações, que é a cultura do Brasil. Não fazia sentido que houvesse disputa entre os estados na aquisição. A cultura do Brasil é um programa nacional de imunização e assim vai se dar a imunização de todos os brasileiros”, disse.

Segundo Leite, o RS receberá 341 mil doses neste momento. “São cerca de 340 mil doses que o estado do Rio Grande do Sul recebe. Nós vamos receber nesta segunda-feira  e iniciar na própria segunda, no final do dia, a campanha de imunização. Temos uma rede de saúde bem distribuída e toda a rede logística bem preparada. Deixamos preparada a logística, o transporte, a rede de frios, as seringas agulhadas, tudo pronto para que nós possamos iniciar assim que cheguem as doses essa grande campanha de vacinação. Hoje, a gente inicia a vacinação e amanhã, em 24h a partir da chegada, as doses da vacina estarão em todas as regiões do Estado para que possam fazer a imunização, evidentemente respeitando as faixas e grupos estabelecidos no programa de imunização”, afirmou o governador no mesmo áudio.

Segundo o ministro, o Instituto Butantan receberá um ofício pedindo celeridade no envio da autorização à Anvisa para a produção de mais dois milhões de doses da CoronaVac. A documentação deve ser analisada até 31 de março.

Ele reforçou que os primeiros a receber as doses da vacina serão integrantes do grupo prioritário: profissionais da saúde, idosos e indígenas. Pazuello destacou, ainda, que os cuidados com uso de máscara e álcool em gel não podem ser deixados de lado. “A vacina não determina o fim das medidas protetivas”, disse.

*Com informações da Agência Brasil.