Policiais civis avaliam indicativo de greve em Assembleia Geral nesta segunda (8)

Foto_AG_capa_siteA UGEIRM, Sindicato dos Escrivães, Inspetores e Investigadores de Polícia do RS, realiza Assembleia Geral na próxima segunda-feira, dia 8 de junho, às 14h, na sede do sindicato (Rua Lobo da Costa 480, bairro Santana, em Porto Alegre). Na pauta, indicativo de greve e avaliação da mobilização. Também serão analisados o pacote de medidas enviado pelo governador à Assembleia Legislativa, na última quarta-feira (3).

A UGEIRM e AMAPERGS (Agentes Penitenciários), ABAMF (Cabos e Soldados da BM), ABERGS (Bombeiros), AOFSBM (Oficiais Subalternos da BM) e Sindiperícias (IGP) estão mobilizados em defesa da Segurança Pública do RS. As entidades vem se reunindo com frequência e pensando estratégias em conjunto para denunciar o aumento da violência no estado e as iniciativas de retirada de direitos propostas pelo governo Sartori.

A UGEIRM orientou que os policiais se reunissem nas suas respectivas regiões, na capital e no interior do estado, para a retirada de propostas a serem avaliadas na assembleia geral.

Preocupação com o governo

Na última quarta-feira (3), José Ivo Sartori apresentou 10 projetos de lei e uma emenda constitucional para aprovação da Assembleia Legislativa, além de divulgar três novos decretos do Executivo. A UGEIRM em conjunto com outras entidades da Segurança Pública está avaliando os projetos, pois não vai aceitar qualquer retirada de direitos dos trabalhadores.

Além disso, o corte de horas extras, parcelamento de salários e a falta de investimentos somados a carências históricas na Segurança Pública causam grande preocupação entre sindicatos e associações das categorias.

Para a UGEIRM, está ocorrendo um verdadeiro desmonte da Segurança Pública no estado. As consequências são visíveis não só para a população, mas também para os trabalhadores da área, que sofrem ataques nas delegacias no interior do estado pela falta de gente no local de trabalho. Para completar, os 650 policiais nomeados no último concurso da Polícia Civil não foram convocados até então.

“O governador está indo na contramão com o contingenciamento na segurança. O estado não pode ficar esperando dinheiro para fazer segurança pública. Quando retiramos a polícia das ruas, quem toma conta é a criminalidade. Uma vez perdido este terreno, nunca mais recuperaremos. Ou há uma reação do governo, vindo a público e apresentando alternativas para falta de dinheiro ou as consequências só se agravarão”, afirmou o presidente da UGEIRM, Isaac Ortiz.

ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

O Presidente da Ugeirm Sindicato dos Escrivães, Inspetores e Investigadores de Polícia do RS, no uso das atribuições previstas no  artigo 23 inciso VI do Estatuto Social , CONVOCA os associados da entidade,no gozo de seus direitos, para Assembléia Geral Extraordinária, conforme artigos 8 e 9, parágrafo 3º e artigo 15, letra c, da citada norma, para o dia 08 de junho de 2015, segunda-feira, às 14 horas em primeira chamada e 14h 30min em segunda chamada, com qualquer quorum, na sede do sindicato, sito na rua Lobo da Costa 480, bairro Santana, em Porto Alegre, Capital, com a seguinte ordem do dia:

a)   Indicativo de greve;

b)   Avaliação da mobilização;

c)    Assunto Gerais.