Policiais Civis, Federais e Rodoviários Federais protestam contra reforma da Previdência

Os Policiais Civis, Federais e Rodoviários Federais realizaram, na tarde desta segunda-feira (27), um protesto contra a reforma da Previdência do governo Temer/PMDB. O Ato Público, que teve sua concentração em frente ao Monumento do Laçador, também protestou contra o desmonte da segurança pública no Rio Grande do Sul e o corte do reajuste dos Policiais Federais.

Após o Ato na Praça do Monumento ao Laçador, os (as) policiais partiram em caminhada até o Aeroporto Salgado Filho, onde realizaram um novo ato público. No saguão do aeroporto, os manifestantes se dirigiram às pessoas que embarcavam e desembarcavam, explicando os motivos do protesto e alertando para as consequências da reforma da Previdência para a Segurança Pública da população.

O Ato Público, convocado pelas três entidades, faz parte da série de mobilizações contra a reforma da Previdência e em defesa da segurança pública. Nessa terça-feira (28), começou a ser veiculado na Rádio Guaíba uma série de spots, onde as entidades denunciam as consequências nefastas da reforma para os (as) trabalhadores (as) brasileiros (as), em particular os policiais, e as consequências disso na segurança pública. Outras atividades estão sendo programadas pelas entidades, para convocar a população a também se colocar contra a reforma e pressionar os deputados a rejeitar o Projeto de Lei do governo Temer/PMDB.