Policiais protestam contra a morte do colega Valdeci

11751253_847530342005615_2073357314_nA tarde fria e chuvosa dessa sexta(17) presenciou uma grande manifestação de solidariedade e revolta dos policiais do nosso Estado. Com as viaturas de sirenes ligadas e a tristeza estampada nos rostos, centenas de policiais mostraram a dor e a revolta pela morte de Valdeci. A frase que resumia o sentimento dominante era: “podia ser qualquer um de nós”. A morte do colega Valdeci Machado, de Alvorada, trouxe a insegurança e a revolta para dentro da categoria.

As manifestações começaram no início da tarde, quando dezenas de viaturas interromperam o trânsito da Avenida Ipiranga, em frente ao prédio do Jornal Zero Hora e da RBS. Os policiais saíram das viaturas e empunharam bandeiras do RS e da Polícia, mostrando para a população o estado da segurança pública no RS.

17516671Da frente do prédio da Zero Hora, os policiais seguiram para o cemitério para prestar a última homenagem a Valdeci. No Jardim da Paz, centenas de policiais, visivelmente emocionados, prestaram sua solidariedade aos familiares e se despediram do colega. Após o enterro, as viaturas saíram em carreata até o Palácio Piratini. Lá, os policiais cobraram do Governo do Estado o fim da política de corte de verbas para segurança e a convocação dos policiais concursados.

Delegacias param serviços por uma hora

No período entre 14 e 15 horas, todas as delegacias do Estado paralisaram suas atividades em protesto contra a morte do colega e denunciaram a política de insegurança do governo do Estado. Por todo o Estado os policiais cruzaram os braços contra a política de desmonte da segurança pública do RS.

Governo Sartori e deputados da base governistas são os responsáveis

17516983As manifestações de hoje mostraram que não ficaremos parados. A dor da perda de mais um colega não nos paralisará, pelo contrário, nos impulsionará para lutar por condições dignas de trabalho, mostrando os verdadeiros responsáveis pelas mortes dos nossos policiais. É o Governo do Estado, com sua política irresponsável e assassina, o principal responsável pelo quadro de violência no RS e, em última instância, pela morte de Valdeci.

A UGEIRM esteve presente no enterro de Valdeci e mobilizou a categoria para mostrar ao Governo do estado que não ficaremos parados. A Lei de Diretrizes Orçamentárias aprovada na Assembleia Legislativa na última terça-feira (14) só agrava a situação de insegurança no Estado. Os deputados que votaram pela aprovação da LDO e contra a emenda da UGEIRM e da ABAMF que previa a dotação financeira para a inclusão e efetivação dos policiais aprovados em concurso público homologado em 2014, deveriam ter a hombridade de ir até o cemitério Jardim da Paz para ver a dor no rosto dos nossos colegas. Seus votos serão responsáveis por mais mortes de policiais no nosso Estado e nós não ficaremos calados.

Veja abaixo a fala do Presidente da UGEIRM, Isaac Ortiz, em frente ao Palácio Piratini.