Prefeitura propõe retorno das aulas a partir de 5 de outubro em Porto Alegre

Calendário municipal sugere começo das atividades pela Educação Infantil,  terceiro ano do Ensino Médio, Educação Profissional e Educação de Jovens e Adultos (EJA)

Eduardo Matos e Francine Silva

O prefeito Nelson Marchezan apresentou, nesta segunda-feira (14), o calendário para o retorno das atividades em escolas em Porto Alegre. O documento propõe que as aulas sejam retomadas em 5 de outubro para a Educação Infantil, terceiro ano do Ensino Médio, Educação Profissional e  Educação de Jovens e Adultos (EJA) – o que envolverá 104.358 alunos e 9.859 professores em 789 escolas.

No entanto, já no próximo dia 28, alimentação, atividades de apoio e adaptação da Educação Infantil podem retornar.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Em entrevista coletiva, a prefeitura explicou que os alunos só poderão permanecer um turno por dia na escola.

Na semana passada, o assunto começou a ganhar peso na reunião entre Marchezan e empresários da Capital. Até mesmo a apresentação de protocolos foi prometida para a sexta-feira passada. No entanto, a elaboração do calendário foi finalizada nesta segunda, em reunião do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus. 

Mesmo com o calendário, Marchezan começa, nesta terça-feira (15), uma série de reuniões com representantes de diversos setores para encontrar um consenso sobre o retorno das aulas. O primeiro encontro será, justamente, com o setor da Educação Infantil.

Confira o calendário

  • 28/09: alimentação Educação Infantil, atividades de apoio e adaptação
  • 05/10: retorno da Educação Infantil, terceiro ano do Ensino Médio, Educação Profissional e EJA
  • 13/10: alimentação todas as outras escolas, atividades de apoio (Fundamental, Médio, especial)
  • 19/10: retorno do Ensino Fundamental 1, especial e EJA (ensino municipal)
  • 03/11: retorno do Fundamental 2, especial e restante do Ensino Médio