Delegacia de David Canabarro é alvo de arrombamento

 

Delegacia_David_CanabarroA delegacia de David Canabarro, cidade com cerca de mil habitantes no interior do Estado, foi invadida por três homens no início da madrugada desta segunda-feira (18), que acabaram mortos em confronto com a Brigada Militar. Um quarto homem esperava em um carro e foi preso. A tentativa de arrombamento foi percebida por meio das câmeras de monitoramento. Segundo informações da Polícia, o grupo veio de Farroupilha para roubar armas guardadas no prédio.

Os criminosos pularam o muro, arrombaram a porta dos fundos e já haviam furtado munições e coletes à prova de balas quando a Brigada Militar chegou ao local, com dois policiais militares de Canabarro, e logo depois mais dois de Ciríaco, município próximo. Houve troca de tiros e um dos suspeitos morreu dentro da delegacia. Os outros dois foram mortos no pátio.

A delegacia possui apenas uma escrivã de polícia. Essa é a realidade de muitas delegacias no interior do Estado. Comunidades convivem com falta de policiais civis e militares, delegacias fechadas e insegurança nas ruas.

Como já alertou a UGEIRM Sindicato, os cortes na Segurança Pública está ocasionando um crescente aumento da violência no Rio Grande do Sul. Em cidades do Interior, há apenas um policial militar por turno e na Capital não há efetivo suficiente para suprir as investigações e atendimentos. Isso contraria padrões de segurança operacional, ameaça a segurança dos próprios servidores e principalmente da população. Prestar serviço sozinho ou manter delegacias sem funcionários é um risco e um atrativo à criminalidade.

O que vem acontecendo no Estado é um verdadeiro desmonte da Segurança Pública. A paralisação no dia 28 de abril denunciou casos como esses, onde os policiais são reféns da falta de investimento no setor. Investir em segurança é investir em vidas. A população não pode mais aceitar esta realidade.