Entidades realizam reunião para enfrentar ataques do Governo

IMG-20151117-WA0008

No dia 1º de dezembro, as entidades da Segurança Pública farão uma reunião conjunta de seus Conselhos de Representantes. A reunião para discutir uma resposta conjunta das entidades da área de segurança pública aos vários ataques preparados pelo Governo Sartori/PMDB. Na avaliação das entidades, o governo Sartori/PMDB prepara um verdadeiro desmonte da área de segurança, retirando direitos já conquistados, parcelando salários, congelando investimentos, atrasando o 13º salário e adiando a implantação da Tabela de Subsídios da Segurança Pública. Essas medidas já vinham sendo ventiladas pelo Governo, porém, no dia de hoje (17), vários veículos de comunicação divulgaram que o governador Sartori/PMDB colocará em votação até o final do ano, através de convocação extraordinária da Assembleia Legislativa, a chamada pauta negativa, incluindo o PLC206.

Entidades podem decidir por paralisação das atividades e aquartelamento

Diante da gravidade das medidas levantadas pelo Governo, as entidades não descartam, inclusive, medidas mais incisivas, como paralisações e aquartelamentos. De imediato, as entidades vão intensificar a pressão aos deputados diretamente nas suas bases eleitorais, cobrando coerência e compromissos com a Segurança Pública do RS. Para o presidente da UGEIRM, Isaac Ortiz, “o momento é muito grave, nossos salários provavelmente serão parcelados, nosso 13º salário provavelmente só será pago em 2016, a implantação da nossa Tabela de Subsídios pode ser adiada para um futuro incerto. Além disso tudo, Sartori/PMDB quer passar goela abaixo da Assembleia o PLC 206/2015, que congela investimentos e paralisa a segurança pública. Se aprovarem esse PLC, o Rio Grande do Sul conhecerá uma escalada de violência nunca vista no Estado. Os policiais não podem ficar calados diante desse absurdo que atingirá em cheio a população gaúcha. É nosso dever impedir a aprovação do PLC 206/2015”.

Jornal Unificado em Defesa da Segurança Pública será lançado no dia 1º de dezembro

No mesmo dia em que as entidades realizarão a reunião conjunta para discutir a mobilização contra o PLC 206/2015, será lançado o Jornal Unificado em Defesa da Segurança Pública. Essa publicação vai dialogar com a população, mostrando como as políticas do governo Sartori/PMDB, ao desmontar a segurança pública, vai atingir o dia a dia da população, aumentando a violência e diminuindo a capacidade das forças de segurança de combater o crime. O Jornal trará um relato da situação atual de cada uma das categorias da Segurança Pública do nosso Estado, a Polícia Civil, Brigada Militar, SUSEPE, IGP e Corpo de Bombeiros. Além disso, também mostrará como o PLC 206/2015 vai atingir essas categorias e sua capacidade de atuação.