Médicos pedem que Posto da Vila Cruzeiro mude de local. População é quem sofre.

janela-384x465Em Plenária realizada na noite de terça-feira (2), os médicos do Posto de Saúde da Vila Cruzeiro decidiram entrar em estado de greve e pedir a transferência da atual sede do Postão da Vila Cruzeiro, onde a violência virou rotina, com tiroteios e baleados quase diários. No próprio momento em que acontecia a reunião na sede do SIMERS (Sindicato dos Médicos do RS), um tiroteio acontecia na região. Médicos relatam que os criminosos ameaçam invadir o local para matar os rivais que chegam baleados em busca de atendimento. “As pessoas se esconderam nos banheiros. Pacientes foram alvejados com tiros de metralhadora”, informou um dos médicos que estava no local tentando trabalhar.

Infelizmente, é a população que sofre as consequências do desgoverno Sartori/PMDB. Um governo que cortou os investimentos na segurança pública, levando o nosso Estado a essa situação extrema, onde médicos não têm condições mínimas para atender a população que depende da saúde pública.