Motoristas e cobradores de ônibus paralisam linha T6 por mais segurança

Foto_greve_onibusA insegurança também no transporte público levou funcionários da linha T6 da Carris a paralisar, no início da noite desta quarta-feira (8), cobrando mais segurança nos coletivos. Este é outro reflexo do sucateamento da Segurança Pública, denunciada na marcha que reuniu cerca de 5 mil policiais civis nesta terça, dia 7 de julho, e quase 15 mil servidores públicos na Praça da Matriz.

Confira matéria do jornal Zero Hora:

Motoristas e cobradores de ônibus paralisaram as viagens da linha T6, da Carris, em Porto Alegre, no início da noite desta quarta-feira. Segundo os próprios funcionários, os veículos que chegavam no terminal da Azenha, fim da linha, não continuaram os itinerários. A EPTC confirmou que a paralisação ocorreu entre 18h30min e 19h30min, mas informou que a Carris utilizou ônibus da T4 para fazer os trajetos e não prejudicar os usuários.

De acordo com o delegado sindical do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte (Stetpoa), Alceu Weber, a mobilização teve como objetivo cobrar medidas de segurança para evitar assaltos nos ônibus da Capital.

— Foram quatro assaltos em quatro dias. Um homem já morreu dentro de um ônibus e um motorista quase morreu quando uma bala passou a cinco centímetros da cabeça dele. Não pode continuar assim, a Brigada Militar tem que mudar de estratégia — justificou Weber.

O Sindicato dos Rodoviários em Transporte Coletivo de Passageiros Urbanos de Porto Alegre (Sindirodoviários) disse que não tem relação com o protesto. Uma reunião entre rodoviários e BM foi realizada na última sexta-feira, mas o Stetpoa diz que ela “não surtiu efeito”, por isso a manifestação foi realizada.

— Colocaram câmeras em todos os ônibus, mas a situação continua a mesma, nada mudou — concluiu Weber.

Em nota, a Carris informou que a linha T6 teve queda de 70% no número de assaltos de janeiro a julho deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado.

A EPTC lembra que o usuário que ficar com dúvida e precisar de ajuda durante uma paralisação ou em outro momento pode ligar para o telefone 156 ou acessar o POA Transporte.

Veja nota divulgada pela Carris:

A Companhia Carris Porto-Alegrense informa que a linha T6 registrou queda de 70% no número de assaltos em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2014, foram observadas 13 ocorrências até julho. Neste ano houve quatro ações. Em todas elas os assaltantes foram identificados pelas câmeras de vigilância instaladas nos ônibus. As imagens foram encaminhadas para a Brigada Militar e para a Polícia Civil. A Companhia também tem participado, em parceira com os órgãos de segurança e as demais empresas de transporte público, do grupo Transporte Seguro, que discute ações em conjunto para inibir a violência nos coletivos. A próxima reunião acontece nesta quinta-feira (9) às 14h no 9º BPM.

Fonte: Zero Hora

Crédito foto: Rodoviários em Luta/Divulgação