Confirmado primeiro caso de coronavírus no Presídio Central de Porto Alegre

Detento realizou um teste rápido nesta tarde após apresentar sintomas gripais leves.

A direção do Presídio Central de Porto Alegre confirmou, nesta quinta-feira (16), o primeiro caso de coronavírus entre detentos da instituição. Segundo o diretor do presídio, tenente-coronel Carlos Magno, o teste rápido foi realizado nesta tarde após o preso apresentar sintomas gripais leves.

— Ele foi atendido em nosso ambulatório, já está medicado, com acompanhamento médico e em isolamento. Ele é um jovem e não apresenta sintomas graves — informou. 

Outros 10 presos que estavam na mesma cela e mantiveram contato com o homem infectado foram testados e tiveram resultados negativos. Ainda conforme o diretor, um teste PCR, considerado referência no diagnóstico da covid-19, deve ser realizado pela equipe médica nos próximos dias.

O Presídio Central conta com três áreas de isolamento. Uma está sendo utilizada pelo detento com teste positivo e as outras duas servem para isolar preventivamente presos que precisem sair da cadeia para realizar audiências e outros compromissos com a Justiça. 

A Secretaria da Administração Penitenciária (Seapen) encaminhou cinco termômetros infravermelhos que são utilizados na medição de temperatura corporal de quem acessa o local.

Procurada, a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) disse que a gestão do local é de responsabilidade da Brigada Militar e que não irá se manifestar.