Polícia Civil prende líder de braço de facção criminosa em sítio em Nova Hartz

Foragido, o criminoso comanda grupo que atua no Vale do Rio Pardo e Cachoeira do Sul.

Fonte: Correio do Povo

O líder de um braço de uma facção criminosa gaúcha foi capturado na manhã desta sexta-feira na operação Regresso deflagrada pela Polícia Civil. Vulgo Nirinho, o criminoso, de 36 anos, estava foragido e foi localizado em um sítio na Estrada Serra Grande, na zona rural de Nova Hartz, no Vale do Rio dos Sinos.

A ação foi coordenada pelo delegado Rodrigo Marquardt da Silveira, titular da 1ª DP de Cachoeira do Sul. Houve apoio dos agentes da 2ª DP de Cachoeira do Sul, Draco de São Leopoldo, DHPPs de Canoas e Viamão, além das DPs de Sapiranga e Nova Hartz.

Houve a apreensão de duas pistolas calibres 9 milímetros com seis carregadores sendo quatro estendidos, cerca de 180 munições, um colete balístico, quatro telefones celulares, documentos falsos e anotações financeiras. Um Chevrolet Cruze e um Kia Sportage também foram recolhidos. Um segurança do criminoso foi preso junto.

“O Nirinho é investigado pela distribuição de drogas em Cachoeira do Sul. Estava foragido desde setembro quando progrediu para o regime semiaberto e fugou. Estávamos o procurando desde então e esta semana logramos descobrir que estava escondido em um sítio no interior de Nova Hartz”, explicou o delegado Rodrigo Marquardt da Silveira. A propriedade de luxo, que tinha até piscina, teria sido alugada.

“As operações dele eram baseadas no Vale do Rio Pardo e Cachoeira do Sul”, frisou o delegado Rodrigo Marquardt da Silveira, referindo-se à atuação regional do braço da facção criminosa. Ele recordou que o criminoso possui antecedentes por homicídios, tráfico de drogas, organização criminosa, porte ilegal de arma e estupro, além de roubos.

Na última segunda-feira, a Brigada Militar apreendeu em torno de R$ 41,7 mil em dinheiro que pertenceria ao grupo de Nirinho. Dentro de uma mochila, a quantia estava empacotada e foi encontrada pelos policiais militares do 35º BPM com uma jovem, de 25 anos, passageira de um Peugeot, conduzido por um motorista de aplicativo. O flagrante ocorreu no bairro Rio Branco.

Já no dia 31 de outubro, o efetivo do 35º BPM apreendeu 177 munições calibre 12 intactas e duas deflagradas, além de uma espingarda de mesmo calibre, após abordagem a um Chevrolet Corsa no bairro Cristo Rei. O motorista, de 47 anos, foi preso. Os agentes da 1ª DP de Cachoeira do Sul investigam agora se a munição também é do grupo criminoso.

Foto: Polícia Civil / Divulgação / CP