UGEIRM vai a Passo Fundo e Carazinho preparar a mobilização

Policiais de Carazinho aprovaram indicativo de greve
Policiais de Carazinho aprovaram indicativo de greve

Nesta quinta-feira (07) a diretoria da UGEIRM esteve em Passo Fundo e Carazinho, para se reunir com os policiais dessas cidades e discutir a mobilização da categoria. Nas duas cidades os policiais se mostraram indignados com a falta de respeito do Governo Sartori/PMDB.

Em Passo Fundo, policiais também debateram as condições de trabalho
Em Passo Fundo, policiais também debateram as condições de trabalho

Nas duas cidades foram aprovados indicativos de greve e suspensão das atividades fora do horário de expediente, como forma de protesto contra o parcelamento dos salários. Além disso, em Passo Fundo os policiais se mostraram bastante preocupados com as condições da DPPA, que atualmente conta com apenas e policiais por equipe, o que quase inviabiliza o trabalho policial. Foi entregue à UGEIRM um documento sobre a situação para ser encaminhado ao Chefe de Polícia. Outra questão levantado foi em relação ao sobreaviso que pode ser implementado, tirando gente das DPs para atender parte da região.

Tanto em Carazinho como em Passo Fundo, os policiais também questionaram a questão das promoções, que estão congeladas desde o início do ano passado. Essa situação tem criado uma insatisfação muito grande entre os policiais, que não se sentem valorizados e estão dispostos a pressionar o governo, de todas as formas, para verem reconhecido um direito básico de qualquer trabalhador, que é a possibilidade de progressão na sua carreira.

Na avaliação da direção da UGEIRM, as reuniões foram bastante proveitosas e demonstraram a disposição dos policiais em lutar por seus direitos. Os agentes demonstraram que estão dispostos a até entrar em greve para garantir dois direitos básicos, que é receber os salários em dia e poder receber promoções nas suas carreiras.